Visitas: 56889315 - Online: 147

Sexta-Feira, 24 de Novembro de 2017

CLARETIANO
LEO





20/10/2015 09:24:28
      
Em Cerejeiras, prefeito apóia manifestação contra “arrocho” do governo federal

Vice-prefeita critica 30 centavos para merenda escolar

Uma equipe de servidores da Prefeitura de Cerejeiras fez uma manifestação pública na manhã de ontem (segunda-feira, 19). O protesto  aconteceu no cruzamento da avenida das Nações com a Integração Nacional, próximo ao único semáforo da cidade.
Os servidores usavam banners, panfletos e uma faixa informando que o governo federal tem centralizado cada vez mais a arrecadação e a distribuição de recursos públicos, prejudicando os municípios.
A manifestação, denominada “Mobilização Municipalista”, é um movimento nacional e estadual, promovido, respectivamente, pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM) e Associação Rondoniense dos Municípios (Arom).
Um dos banners trazia dados sobre o assunto, como, por exemplo, a diminuição dos repasses do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) que, segundo informam, é cada vez menor nos últimos anos. O FPM é a verba que os municípios recebem mensalmente do governo federal.
Numa conversa com este repórter na sexta, 16, a vice-prefeita de Cerejeiras deu um exemplo de como o governo federal, segundo ela, abandonou os municípios brasileiros. “Recebemos de convênio só R$ 0,30 por dia para merenda escolar. Agora faça as contas. Esse dinheiro dá pra quê?”, disse Lisete Marth.
Ao site, o prefeito de Cerejeiras, Airton Gomes (PP), confirmou que apoia a manifestação que está acontecendo nas ruas do município, conduzidas pelos servidores públicos locais. “Esse é um movimento nacional. É bom que o povo saiba a real situação que o governo federal deixou os municípios no Brasil todo. Também é preciso que a população saiba que o prefeito e a vice têm tentado buscar recursos, apesar desta crise tremenda que os municípios estão passando”, disse Airton Gomes, no gabinete dele, na manhã em que a manifestação acontecia.
Ainda de acordo com o prefeito, o município de Cerejeiras, apesar da crise, mantém o orçamento de acordo com a legislação. “Apesar de tudo, não estamos atrasando as contas. Queremos manter assim até o fim do ano e, inclusive, pagar os nossos servidores em dia”, disse Airton Gomes.



Fonte: Folha do Sul
Autor: Rildo Costa


teste











Newsletter

Digite seu nome e e-mail para receber muitas novidades.

SMS da Folha

Cadastre seu celular e receba SMS com as principais notícias da folha.






2017. Folha do Sul Online
Todos os diretos reservados - GNT Criativa
Sexta-Feira, 24 de Novembro de 2017
Comercial: (69) 3322 3322 - Redação: (69) 3322 4871