Visitas: 61469100 - Online: 146

Segunda-Feira, 19 de Fevereiro de 2018

CLARETIANO
Rondocap

31/12/2015 16:51:54
      
Criados pela avó, irmãos “picolezeiros” ajudam a sustentar família em Vilhena

Garotos têm 12 e 14 anos respectivamente


Tarde de quinta-feira, 31, véspera de ano novo, região central de Vilhena: dois irmãos, com idades de 12 e 14 anos respectivamente, empurram seus carrinhos de picolé. A duplinha animada, apesar do sol forte, garante: estão podendo vender os produtos o dia inteiro porque ambos já passaram de ano na escola.
Segundo o caçula, e também o mais falante, o faturamento é dividido meio-a-meio com a sorveteria. Os dois caminham quatro quilômetros para buscar os carrinhos abastecidos (8, portanto, contando a volta), além dos longos trechos que percorrem para garantir boas vendas.
Quando questionado sobre o pai, o primogênito é de uma sinceridade cortante: “Só conheço por foto. Ele mexe com maconha, essas coisas...”. Enquanto fala, uma vizinha, que conhece toda a história, passa e confirma: a mãe também é dependente e os dois irmãos são criados mesmo é pela avó.
Perguntados sobre o que fazem com o que ganham, os garotos dizem que ajudam a bancar as despesas da casa, reforçando a renda familiar que se resume à aposentadoria da matriarca. E o que sobra? “A gente compra refrigerante e roupas...”
Apesar do esforço, que lhes garante relativa “independência” financeira, os meninos correm sério risco de serem impedidos de continua exercendo a atividade. A Justiça do Trabalho já chegou a condenar empresas na cidade por “exploração” de menores, mesmo as firmas garantindo a eles uma remuneração que parece ser justa. É a lei...



Fonte: Folha do Sul
Autor: Da redação


teste










Newsletter

Digite seu nome e e-mail para receber muitas novidades.

SMS da Folha

Cadastre seu celular e receba SMS com as principais notícias da folha.






2018. Folha do Sul Online
Todos os diretos reservados - GNT Criativa
Segunda-Feira, 19 de Fevereiro de 2018
Comercial: (69) 3322 3322 - Redação: (69) 3322 4871