Visitas: 52695135 - Online: 153

Terça-Feira, 19 de Setembro de 2017

Ultrasonografia
LEO





13/09/2016 09:38:10
      
PF volta às ruas em Vilhena: engenheiros são presos e ex-prefeito sofre condução coercitiva

Ação é desdobramento de operação deflagrada ontem

O FOLHA DO SUL ON LINE acaba de confirmar oficialmente: na sequência da “Operação Ficus”, deflagrada ontem pela Polícia Federal em Vilhena, cinco pessoas tiveram prisões decretadas presas e uma foi conduzida coercitivamente. A segunda etapa aconteceu nas primeiras horas da manhã desta terça-feira, 13.

Embora a PF não tenha se manifestado oficialmente sobre a operação de hoje, as informações coletadas pelo site indicam que os presos e o interrogado têm ligação com a obra de pavimentação da avenida Tancredo Neves. Conforme a investigação, um esquema de propinas no empreendimento, custeado com verbas federais, teria provocado um superfaturamento de cerca de R$ 2,5 milhões no serviço.

Foram presos os engenheiros Newton Hideo e Lúcio Flávio, ambos responsáveis por medições na obra, e Dailton Fernandes, que trabalhava para a empreiteira que executava a pavimentação. No caso de Hideo, trata-se de prisão temporária, com prazo de 5 dias.

Além deles, o empresário Fausto Moura e o ex-secretário de Integração Governamental, Gustavo Valmorbida, que já estavam presos, tiveram novos mandados expedidos contra eles. 

Quem foi levado coercitivamente para prestar depoimento na DPF é o ex-prefeito Heitor Tinti Batista. Ele governou a cidade entre 1998 e 2000 e atualmente é secretário municipal de Planejamento. Após sua oitiva, Heitor deverá ser liberado. Não foram informadas as acusações contra ele.



Fonte: Folha do Sul
Autor: Da redação


teste










Newsletter

Digite seu nome e e-mail para receber muitas novidades.

SMS da Folha

Cadastre seu celular e receba SMS com as principais notícias da folha.






2017. Folha do Sul Online
Todos os diretos reservados - GNT Criativa
Terça-Feira, 19 de Setembro de 2017
Comercial: (69) 3322 3322 - Redação: (69) 3322 4871