Visitas: 52695423 - Online: 181

Terça-Feira, 19 de Setembro de 2017

Ultrasonografia
LEO





10/10/2016 17:59:58
      
Assassinado a facadas, funcionário do TCE teve corpo carbonizado e “desovado” em Vilhena

Garota de 20 anos teria levado polícia até o cadáver

Acaba de ser reconhecido o corpo do servidor do Tribunal de Contas em Vilhena, Caio de Melo Xavier, 47 anos, que estava desaparecido desde o sábado, 08. O cadáver estava próximo a uma estrada vicinal a cerca de um quilômetro do trevo que dá acesso a Colorado do Oeste, jogado no mato, a mais ou menos 200 metros do lado esquerdo da BR 435.

O corpo de Caio foi localizado com a ajuda de uma mulher, identificada apenas como “Carla”, que teria passado a noite com o servidor. Ela acompanhou a polícia até o lugar onde estava a vítima, já sem vida e completamente irreconhecível. Parentes da garota, que tem 20 anos, estavam na delegacia instantes atrás, mas não souberam explicar a participação dela no crime. A mãe, bastante abalada, disse que a filha não falava em casa sobre o que fazia na rua.

Já um amigo de Caio, ouvido por telefone pelo FOLHA DO SUL ON LINE, contou que o corpo dele estava enrolado num colchão, e parcialmente carbonizado. A funerária que recolheu o cadáver disse que o funcionário do TSE teria sido atingido por cerca de 10 facadas. Os assassinos teriam usado o uísque que havia sobrado na casa de Xavier como combustível para atear fogo no colchão que o envolvia.

Como apenas a garota foi ouvida pela polícia até agora, e seu depoimento está sendo mantido em sigilo, não é possível determinar as causas e circunstância da morte. Fontes extraoficiais, porém, dão conta de que Caio teria sido atacado em sua própria casa, por um rapaz que seria ex-namorado da mulher com quem ele passara a noite. Após esfaqueá-lo, o homicida teria levado o corpo no próprio carro da vítima (na foto, já recolhido ao pátio da DPC) até o local onde ele foi “desovado”. Depois, o veículo foi deixado numa casa na avenida 1.507 do bairro Cristo Rei, onde a polícia o encontrou, junto com as primeiras pistas para desvendar o assassinato.

A reportagem do FOLHA DO SUL ON LINE permanece acompanhando o caso e pode trazer novas informações a qualquer momento.



Fonte: Folha do Sul
Autor: Da redação


teste










Newsletter

Digite seu nome e e-mail para receber muitas novidades.

SMS da Folha

Cadastre seu celular e receba SMS com as principais notícias da folha.






2017. Folha do Sul Online
Todos os diretos reservados - GNT Criativa
Terça-Feira, 19 de Setembro de 2017
Comercial: (69) 3322 3322 - Redação: (69) 3322 4871