Visitas: 39171643 - Online: 121

Sexta-Feira, 20 de Janeiro de 2017

CLARETIANO
BIOCAL





28/11/2016 15:39:32
      
Prefeito interino adota ações para tentar salvar uma das maiores obras públicas de Vilhena

FOLHA DO SUL ON LINE mostrou situação de risco da macrodrenagem


Preocupado com a situação da maior obra pública já projetada em Vilhena, a macrodrenagem, o prefeito interino Célio Batista (PR) está tomando todas as providências reiniciar os trabalhos, que estão paralisados desde o ano passado. As ações estão sendo efetuadas em duas frentes: execução de serviços de emergência para conter o risco de deterioração do que já está feito e contenção da erosão na avenida Curitiba; além da correção de erros do projeto. A meta de Batista é deixar a parte burocrática normalizada para que o próximo administrador vilhenense possa retomar e concluir o empreendimento.


Na semana passada, este site denunciou que, mesmo diante de várias reportagens mostrando o abandono do projeto, nada estava sendo feito para resolver o problema. Lembre aqui.


Para solucionar o caso da erosão, a Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos fez um desvio do curso da água da enxurrada que estava provocando o dano. Esta fase já foi executada, e agora a SEMOSP vai começar a cobrir a cratera que foi criada com entulhos de construção civil, cascalho e terra. Com estas ações o risco de desabamento do canal já construído deve ser contido.

A outra parte do problema, que diz respeito à burocracia, está sendo tratada por técnicos do município, incluindo engenheiros, através de duas equipes de trabalho. Uma delas atua junto ao Ministério das Cidades, em Brasília, enquanto a outra o acompanhou a Porto Velho, onde Célio participou de audiência com representantes da Caixa Econômica Federal. Orientadas por estes organismos federais, os técnicos já trabalham na correção dos erros detectados no projeto.

Com estas ações em andamento o prefeito Célio Batista está convicto que resolve os problemas existentes e deixará seu sucessor com plenas condições de retomar e concluir a macrodrenagem a partir de abril do próximo ano, após a temporada das chuvas.

“Estamos em ritmo acelerado e correndo contra o tempo. Temos que deixar toda a parte técnica resolvida este ano, para que a próxima gestão retome os serviços assim que cessarem as chuvas. Está regulamentado aditivo e orçamento necessários para sequencia do maior projeto que Vilhena já teve, tanto pelo valor elevado, assim como pelo benefício que ele trará a toda a população”. Destacou Célio Batista.



Fonte: Foto: Divulgação
Autor: Assessoria


teste









Newsletter

Digite seu nome e e-mail para receber muitas novidades.

SMS da Folha

Cadastre seu celular e receba SMS com as principais notícias da folha.






2017. Folha do Sul Online
Todos os diretos reservados - GNT Criativa
Sexta-Feira, 20 de Janeiro de 2017
Comercial: (69) 3322 3322 - Redação: (69) 3322 4871