Visitas: 53008134 - Online: 139

Sexta-Feira, 22 de Setembro de 2017

Ultrasonografia
LEO





09/01/2017 11:46:11
      
Homenagens e emoção marcam sepultamento de soldado de Cerejeiras que morreu em Curitiba

João Victor tinha 19 anos e servia o Exército

Emoção e homenagens marcaram o enterro do soldado do Exército de Cerejeiras que morreu em Curitiba, capital do Paraná. O sepultamento do jovem que morreu afogado aconteceu na manhã desta segunda-feira, 9, no cemitério  cerejeirense.

João Victor Amarante, de 19 anos, era soldado do Exército Brasileiro, servindo as Forças Armadas em Curitiba. O jovem, antes de ser soldado do Exército, também foi aluno da Guarda Mirim de Cerejeiras. “Ele sempre gostou de ser militar”, disse uma amiga, no enterro do rapaz.

O jovem soldado é filho de uma moradora de Cerejeiras, a professora Salete Amarante, da escola estadual Irmã Dulce.

João Victor morreu na tarde da última quinta-feira, 05, afogado no rio Iguaçu, em Curitiba. Segundo amigos, o jovem, que estava de folga, tentava salvar outro collega, que afogava na correnteza do rio. O corpo do rapaz foi trazido para Cerejeiras por uma funerária de Curitiba, chegando ao município na tarde de domingo, 08, sendo velado durante a noite na Capela Mortuária.

No enterro do jovem soldado, autoridades políticas e policiais participaram das homenagens. A Guarda Mirim e a Polícia Militar prestaram homenagem com o símbolo máximo do respeito no ambiente militar: a continência.

Numa breve conversa com o FOLHA DO SUL ON LINE, a mãe do jovem soldado, professora Salete, agradeceu a todos pela homenagem “neste momento difícil”.



Fonte: Folha do Sul
Autor: Rildo Costa


teste










Newsletter

Digite seu nome e e-mail para receber muitas novidades.

SMS da Folha

Cadastre seu celular e receba SMS com as principais notícias da folha.






2017. Folha do Sul Online
Todos os diretos reservados - GNT Criativa
Sexta-Feira, 22 de Setembro de 2017
Comercial: (69) 3322 3322 - Redação: (69) 3322 4871