Visitas: 49379613 - Online: 195

Quinta-Feira, 27 de Julho de 2017

Ultrasonografia
BIOCAL





15/03/2017 17:27:17
      
Durante sessão, vereador cobra pedido de desculpas do Secretário de Comunicação de Vilhena

“Ele foi muito infeliz ao dizer que estamos brincando de ser vereador”

O vereador Ronildo Macedo (PV) cobrou, na sessão desta terça-feira, 14, um pedido de desculpas do secretário de Comunicação de Vilhena, Esteban Vera, que teria dito que “os membros do legislativo estão brincando de ser vereador”.  

A afirmação do secretário, segundo Macedo, foi devido à ausência dos edis na audiência que definiu o aumento de 40% na tarifa de água. “O aumento de 40% já estava decidido, isso foi confirmado pelo César Stefanes, diretor do SAAE; ele foi enfático ao dizer que os 40% não tem volta”, disse.
 
O vereador disse ainda que o aumento é abusivo, e foi além mais: “Esse negócio que colocaram na matéria que vai diminuir 50% para as pessoas carentes é conversa pra boi dormir”, pontuou o vereador do Partido Verde, ao defebder um reajuste entre 8 e 15%. 

O aumento de 40% na tarifa anunciado pelo SAAE, autarquia responsável pelo abastecimento de água em Vilhena, causou tanta repercussão que os vereadores apresentaram um Projeto de Lei (PL º 5.049/2017) alterando a Lei nº 832 de 12 de junho de 1997, que criou o órgão. A mudança é no Artigo 17, que obrigará a empresa a submeter à Câmara Municipal os reajustes das tarifas e remunerações.  

O projeto foi lido na sessão desta terça-feira e agora deve ser enviado para análises das comissões permanentes antes de retornar para apreciação do plenário. 

Na sessão de ontem, mais cinco requerimentos foram aprovados. No de número 017/2017, o vereador Célio Batista (PR) cobra do Executivo Municipal cópia do processo administrativo referente à aquisição de merenda escolar.

Já o vereador Samir Ali (PSDB) pediu ao Palácio dos Parecis informações sobre o processo administrativo para aquisição e contratação de serviços de manutenção da iluminação pública e compra de combustível para a SEMOSP (Requerimento 018/2017); outro requerimento do edil, o de nº 020/2017, cobra do SAAE o número de residências e empresas que possuem hidrômetros; quantos contribuintes pagam a tarifa mínima; a quantidade de contribuintes cadastrados; e qual parcela dos consumidores está inadimplente.

Também do diretor do SAAE, o vereador Rafael Maziero (PSDB) quer informações sobre os valores de arrecadação e despesas da autarquia. Pede também o estudo de viabilidade e o impacto econômico-social do aumento de 40% na tarifa de água anunciada recentemente pela empresa. 

O vereador França Silva (PV) quer informações acerca do ato normativo que regulamenta a Lei 4.303/2016 que trata do prazo para realização de consultas e exames.

 E, por fim, o vereador Ronildo Macedo (PV) pediu a o Executivo a regulamentação da Lei 4.268/2016, de acordo como artigo 1º, que dispõe sobre a instalação e manutenção de banheiros químicos em eventos públicos, feiras livres e exposições de artesanatos.    

Os vereadores também aprovaram uma moção de aplauso a um grupo de médicos cubanos que atuam em Vilhena; e autorizaram a abertura de crédito adicional especial de R$ 7.200,00 para pagamento de auxilio saúde à servidores da SEMMA.  



Fonte: Folha do Sul
Autor: Rogério Perucci


teste










Newsletter

Digite seu nome e e-mail para receber muitas novidades.

SMS da Folha

Cadastre seu celular e receba SMS com as principais notícias da folha.






2017. Folha do Sul Online
Todos os diretos reservados - GNT Criativa
Quinta-Feira, 27 de Julho de 2017
Comercial: (69) 3322 3322 - Redação: (69) 3322 4871