Visitas: 49283680 - Online: 108

Quinta-Feira, 27 de Julho de 2017

Ultrasonografia
BIOCAL





18/05/2017 10:09:29
      
Em homenagem na Câmara de Vilhena, assistente social diz que Brasil vive "conjuntura tenebrosa”

Rafael Nunes Reis é vice-presidente do Conselho de Serviço Social de Rondônia – 23ª Região

Os vereadores vilhenenses entregam aos Assistentes Sociais da cidade, na sessão de terça-feira, 16, a “Moção de Aplauso” proposta pela vereadora Vera da Farmácia (PMDB), e aprovada unanimemente pelos colegas. A homenagem foi proposta em virtude do Dia do Assistente Social, data comemorada em 15 de maio. 

O vice-presidente do Conselho de Serviço Social de Rondônia – 23ª Região, Rafael Nunes Reis, representou a categoria e recebeu a homenagem das mãos da vereadora Vera da Farmácia. Em seu discurso, Reis agradeceu pelo tributo e lembrou que este ano se comemora 81 anos do Serviço Social no Brasil. “São oito décadas de muitas lutas e resistências. Neste ano de 2017, o tema da nossa luta é a defesa da liberdade, das liberdades democráticas e dos direitos sociais; em uma conjuntura temerosa e tenebrosa, de ataques diários a direitos sociais e as políticas sociais, a nossa luta explana a intensificação da violência e criminalização das lutas sociais, que tem sofrido cada vez mais com a repressão de um estado que está a serviço do grande capital”, pontuou. 

Em sua fala, Reis afirmou ainda que “o tempo exige que os assistentes sociais se voltem com maior força ao trabalho de base e continuem nas ruas exigindo e lutando para não perderem direitos já conquistados”. 

Reis também reforçou ainda a importância dos assistentes sociais na divulgação e informação da população. “Em um país como o Brasil, em que a mídia está na mão da classe dominante, é importante que nós, assistentes sociais, no cotidiano e no atendimento direto, prestemos informações, por exemplo, sobre a proposta nefasta da reforma da Previdência, uma vez que os jornais não vêm contando a verdade”, atacou Reis e continuou: “Estamos vivendo um desmonte nos direitos sociais, violações dos direitos da Previdência, no trabalho, na saúde e na educação”.

O vice-presidente finalizou seu discurso pedindo a valorização dos assistentes sociais de Vilhena e cobrou alguns pleitos da categoria, como a consolidação das 30 horas; abertura de atuação do assistente social no campo da educação; e o direito à insalubridade. 

Ao final, foram convidadas a se juntarem a Reis, as assistentes sociais Angelita Martiliano, docente, e Aline Cristiane Leite dos Santos, que atua no Hospital Regional de Vilhena. As duas receberam flores e posaram para fotos com os vereadores. 



Fonte: Folha do Sul
Autor: Rogério Perucci


teste










Newsletter

Digite seu nome e e-mail para receber muitas novidades.

SMS da Folha

Cadastre seu celular e receba SMS com as principais notícias da folha.






2017. Folha do Sul Online
Todos os diretos reservados - GNT Criativa
Quinta-Feira, 27 de Julho de 2017
Comercial: (69) 3322 3322 - Redação: (69) 3322 4871