Visitas: 56836501 - Online: 109

Quinta-Feira, 23 de Novembro de 2017

CLARETIANO
LEO





02/08/2017 19:03:55
      
Após passar por Vilhena, aventureiro amazonense morre por causa de quebra-molas na BR 364

Dupla estava retornando para o Amazonas depois de percorrer o país

Acabou em morte a aventura de dois amazonenses que estavam retornando para Manaus, após percorrerem o Brasil em motos. O acidente fatal aconteceu por volta do meio-dia desta quarta-feira, 02, num dos trechos mais perigosos da BR 364, conhecido como “Curva da Morte”, entre as cidades de Vilhena e Pimenta Bueno.

De acordo com informações repassadas ao FOLHA DO SUL ON LINE e obtidas através de um agente funerário que esteve no local do acidente, o aventureiro que morreu foi identificado como Dion Steven Rolim Rohoman, 29 anos, que viajava numa Harley Davidson, mesmo modelo usado pelo companheiro de jornada.

Conforme declarações do sobrevivente, Dion Steven perdeu o controle da direção após passar sobre um quebra-molas a cerca de 45 km de Pimenta. Ele teria visto a placa, mas não enxergou o redutor de velocidade. Seu corpo parou a mais de 60 metros do ponto de impacto e a morte, provocada pelo choque da cabeça da vítima contra o asfalto, foi imediato.

Os dois viajantes haviam pernoitado em Pontes e Lacerda (MT), passado de manhã por Vilhena e pretendiam parar em Cacoal, onde descansariam por três dias. Seguiriam para Porto Velho e, de lá, finalizariam o trajeto chegando à capital amazonense.

Amigo da vítima desde a adolescência e acostumado a acompanhá-lo nestas empreitadas, o motoqueiro sobrevivente disse que manterá o trajeto definido após consertar sua moto. Ele também se desequilibrou ao passar pelo quebra-molas, mas não sofreu queda.




Fonte: Fotos: Pimenta Virtual
Autor: Da redação


teste











Newsletter

Digite seu nome e e-mail para receber muitas novidades.

SMS da Folha

Cadastre seu celular e receba SMS com as principais notícias da folha.






2017. Folha do Sul Online
Todos os diretos reservados - GNT Criativa
Quinta-Feira, 23 de Novembro de 2017
Comercial: (69) 3322 3322 - Redação: (69) 3322 4871