Visitas: 56889537 - Online: 137

Sexta-Feira, 24 de Novembro de 2017

CLARETIANO
LEO





09/08/2017 07:52:55
      
Polícia Ambiental flagra homem transportando carne de jacaré que seria entregue em Vilhena

Peixes apreendidos foram doados para Apae de Cerejeiras

Um motorista foi detido pela Polícia Militar Ambiental (PMA) com carne de jacaré, na zona rural de Pimenteiras do Oeste. O caso foi registrado ontem (segunda-feira, 07) na Delegacia de Polícia Civil de Cerejeiras. O condutor alegou que não havia matado o animal e que adquiriu o produto com outra pessoa.

De acordo com a polícia, o veículo foi abordado na Linha 11. Durante revista no bagageiro do carro, os policiais encontram uma caixa térmica com várias sacolas de carnes congeladas e uma cabeça de jacaré enrolada em um plástico.

Questionado, o motorista afirmou que não havia matado o animal e que encontrou a cabeça em uma praia. Contudo, além de peixes cortados, os militares encontraram carnes congeladas de jacaré, dentro da caixa.

O condutor alegou que adquiriu as carnes com outra pessoa, e que parte seria para ele, e a outra entregaria em Vilhena. Ele não revelou o nome da pessoa com quem pegou os produtos.

A PMA explicou ao motorista que é considerado crime transportar peixes sem nota ou licença de pescador amador, bem como matar animais silvestres. Os policiais registram um auto de infração para o motorista, que foi liberado em seguida. Ele deve responder por infração de caça.

Segundo a PMA, na caixa térmica havia 12 quilos entre peixes e carne de jacaré. Os peixes foram doados para a Associação de Pais e Amigos Excepcionais (Apae) de Cerejeiras. Já a cabeça de jacaré e as carnes do animal ficaram apreendidas para passarem por perícia.



Fonte: Foto: reprodução
Autor: G1/Cone Sul


teste











Newsletter

Digite seu nome e e-mail para receber muitas novidades.

SMS da Folha

Cadastre seu celular e receba SMS com as principais notícias da folha.






2017. Folha do Sul Online
Todos os diretos reservados - GNT Criativa
Sexta-Feira, 24 de Novembro de 2017
Comercial: (69) 3322 3322 - Redação: (69) 3322 4871