Visitas: 56737532 - Online: 186

Terça-Feira, 21 de Novembro de 2017

CLARETIANO
LEO





29/08/2017 10:53:40
      
Cone Sul tem mais de 2 mil portadores do HIV; sífilis recua, mas outras DSTs preocupam

Segundo o SAE, Aids já não assusta mais e leva pessoas a se descuidarem

O FOLHA DO SUL ON LINE obteve, junto ao Serviço de Atendimento Especializado (SAE) de Vilhena, dados sobre as doenças sexualmente transmissíveis na região: segundo a entidade, o Cone Sul tem 520 casos (360 só na cidade) registrados de portadores do vírus HIV. Aplicando uma regra do Ministério da Saúde, que recomenda contabilizar outros três registros para cada um que foi oficializado, o número de soropositivos na região sobe para mais de 2 mil.

Segundo o SAE, a DST mais transmitida na cidade é a herpes, devido à facilidade de contágio, mas outras, como o HPV (Condiloma) e a gonorréia, também são registradas. No caso da gonorréia, os sintomas são mais visíveis nos homens, que procuram ajuda médica por causa da “pingadeira”, pus expelido pelo órgão sexual. 

A sífilis, que teve alta incidência, recuou este ano, em virtude da conscientização e do reforço nos tratamentos que interrompem o ciclo de transmissão.

Mas é a Aids que começa a preocupar, uma vez que não provoca mais tanto temor e leva as pessoas a relaxarem na prevenção. Na cidade, segundo o SAE, existem pessoas que se relacionam com parceiros infectados e, mesmo assim, nem sempre usam preservativos, a maneira mais eficaz para evitar a transmissão.



Fonte: Foto ilustrativa
Autor: Da redação


teste











Newsletter

Digite seu nome e e-mail para receber muitas novidades.

SMS da Folha

Cadastre seu celular e receba SMS com as principais notícias da folha.






2017. Folha do Sul Online
Todos os diretos reservados - GNT Criativa
Terça-Feira, 21 de Novembro de 2017
Comercial: (69) 3322 3322 - Redação: (69) 3322 4871