Visitas: 52931068 - Online: 190

Quinta-Feira, 21 de Setembro de 2017

Ultrasonografia
LEO





01/09/2017 09:15:16
      
Vilhena: CPI contra Zé Rover acabou em pizza; contra Rosani Donadon, nem investigação vai ter

Equipe de prefeita já dá vitória como certa

Levantamento informal feito pelo FOLHA DO SUL ON LINE mostra: dificilmente será aceita pela Câmara de Vereadores de Vilhena o pedido para a abertura de uma CPI destinada a investigar a prefeita Rosani Donadon (PMDB). A matéria será votada pela Casa na semana que vem. Para a CPI ser instaurada são necessários 6 dos 11 votos do Parlamento.

Mesmo em maioria, a oposição dá sinais de que não está disposta a encarar a investigação. Nenhum parlamentar leu as quase mil páginas da denúncia, mas as convicções acerca do posicionamento quanto ao assunto já estariam tomadas. Falta agora saber o placar e ouvir as justificativas.

Nos bastidores da Câmara, as justificativas para enfrentar a opinião pública, tanto dos que votarão contra quanto dos que vierem a se posicionar a favor da CPI já estão sendo preparadas.

“De qualquer jeito, alguém vai sair queimado deste processo”, admite um político que acompanha a tensão pré-votação. Reuniões freqüentes da Câmara nem discutem a própria CPI, mas uma estratégia para se livrar das críticas quando a decisão for confirmada.

Os que são contrários à investigação alegam, mas só em particular, que ela está sendo usada para negociar vantagens junto ao alvo da ação, a prefeita. E acrescentam: até ex-vereadores que foram cassados estariam agindo para que os atuais prejudiquem a atual administração municipal.

Os favoráveis, que também evitam declarações públicas, não têm dúvidas de que os cargos oferecidos por Rosani, mesmo a alguns oposicionistas, terão influência no placar.

Na equipe da prefeita, o clima de apreensão inicial agora dá a certeza de que a batalha está vencida.

INVESTIGADO E INOCENTADO
Após o estouro de escândalos na administração do então prefeito Zé Rover (PP), mesmo a contra-gosto, a Câmara abriu uma CPI. Na votação do relatório, emitido pela vereador Célio Batista (PR) reeleito para a atual legislatura, mas afastado pela justiça, recomendando a cassação, Rover foi poupado. Na época, a advogada Vera Paixão distribuiu pizzas antecipando a votação. Lembre aqui.

Rosani já pode colocar a massa no forno, pois nem incomodada por apurações políticas ela será.



Fonte: Folha do Sul
Autor: Da redação


teste










Newsletter

Digite seu nome e e-mail para receber muitas novidades.

SMS da Folha

Cadastre seu celular e receba SMS com as principais notícias da folha.






2017. Folha do Sul Online
Todos os diretos reservados - GNT Criativa
Quinta-Feira, 21 de Setembro de 2017
Comercial: (69) 3322 3322 - Redação: (69) 3322 4871