Visitas: 56836622 - Online: 120

Quinta-Feira, 23 de Novembro de 2017

CLARETIANO
LEO





05/09/2017 10:13:47
      
Com impasse sobre funeral, corpo de homem que se matou em Vilhena começa a “feder” em capela

Prefeitura não paga mais sepultamento de indigentes

Está causando revolta aos moradores do bairro Cristo Rei, o mau cheiro exalado por um cadáver mantido na Capela Mortuária de Vilhena aguardando sepultamento. O cadáver é do detento Gilmar Menegasso, que se matou por enforcamento na Casa de Detenção na tarde de domingo, 03. Saiba mais clicando aqui.

Após resgatar o corpo na cela onde ele cometeu o suicídio, a funerária São Matheus o levou para uma sala onde foi feita a necropsia e está providenciando a documentação para o enterro. O problema é que o município não tem mais convênio para bancar sepultamentos de indigentes.

Dono da São Matheus, o empresário Nino Gouveia comunicou o caso à Secretaria de Estado de Justiça, à prefeitura, ao Ministério Público e à Secretaria Municipal de Assistência Social. Nenhuma instituição resolveu o impasse e a família do falecido, que mora no Mato Grosso, não demonstrou interesse no caso.

Nino, então, levou o cadáver para a Capela Mortuária para que o serviço seja feito pela própria prefeitura. Pessoas que participam de dois outros velórios simultâneos no local estão se queixando do mau cheiro.



Fonte: Folha do Sul
Autor: Da redação


teste











Newsletter

Digite seu nome e e-mail para receber muitas novidades.

SMS da Folha

Cadastre seu celular e receba SMS com as principais notícias da folha.






2017. Folha do Sul Online
Todos os diretos reservados - GNT Criativa
Quinta-Feira, 23 de Novembro de 2017
Comercial: (69) 3322 3322 - Redação: (69) 3322 4871