Visitas: 56836576 - Online: 123

Quinta-Feira, 23 de Novembro de 2017

CLARETIANO
LEO





06/09/2017 15:04:49
      
Melki contesta juiz federal e diz que nem foi ouvido em processo que decretou bloqueio de seus bens

Atual prefeita diz que família vai vencer mais esta batalha na justiça

Em visita à redação do FOLHA DO SUL ON LINE, na manhã desta quarta-feira, 06, acompanhado da esposa Rosani (PMDB), o ex-prefeito de Vilhena, Melki Donadon (PTB), se mostrou indignado com a decisão da justiça federal na cidade, que decretou a indisponibilidade de seus bens e de seus familiares.

Melki esclareceu que as obras contestadas pelo MPF foram iniciadas pelo sucessor dele em 1998, Heitor Batista, já falecido, que nem apareceu entre os denunciados. A empresa que executou os serviços na BR 364, a GM Engenharia, só passou a fazer parte da ação, na condição de investigada, a pedido do município e do próprio ex-prefeito.

Ao comentar o bloqueio dos “carros luxuosos” dos filhos, descritos pelo juiz federal que deu a decisão, o petebista esclareceu: “São carros com mais de 10 anos de uso, que valem R$ 35 mil”. E desabafou: “Se querem agir contra mim, que façam, mas deixem meus filhos fora disso. Os meninos têm 18 e 22 anos e as obras executadas têm 15. Que culpa eles têm nisso?”

Aliás, ao falar dos serviços que fez com os recursos federais, Melki lembrou: “Em várias cidades, as mesmas obras estão se acabando. Aqui, o asfalto tá aí, ainda com boa qualidade, mesmo após tanto tempo de uso. Prova de que foi bem feito”

Donadon também revelou que investigação do TCU já o isentou de responsabilidades nos supostos desvios e arrematou alegando que nem ele nem ninguém de sua família foi ouvido nesse processo. Além disso, aponta, o juiz teria imposto medidas que não teriam sido pedidas pelo DNIT ou o MPF.

ROSANI
Emocionada, Rosani, atual prefeita de Vilhena, disse que há anos ela e sua família vêm enfrentando acusações que, depois, na própria justiça, são desmascaradas. “Denunciam e a gente fica anos passando vergonha por algo que não fez, até os tribunais nos inocentarem. Esta não será a primeira batalha que vencemos na justiça, após conseguir restabelecer a verdade”.



Fonte: Folha do Sul
Autor: Da redação


teste











Newsletter

Digite seu nome e e-mail para receber muitas novidades.

SMS da Folha

Cadastre seu celular e receba SMS com as principais notícias da folha.






2017. Folha do Sul Online
Todos os diretos reservados - GNT Criativa
Quinta-Feira, 23 de Novembro de 2017
Comercial: (69) 3322 3322 - Redação: (69) 3322 4871