Visitas: 54926274 - Online: 114

Domingo, 22 de Outubro de 2017

VALDOMIRO RODEIO
LEO





22/09/2017 10:41:20
      
Advogada se surpreende com críticas públicas da prefeita em Vilhena e nega “perseguição”

Rosani desafiou Vera Paixão a enfrentar as urnas

Duas semanas atrás, precisamente no dia em que a Câmara de Vereadores votaria pedido de abertura de CPI contra Rosani Donadon (PMDB), a prefeita vilhenense fez um desabafo em público a respeito da questão, citando os nomes dos advogados Vera Paixão e Nilton Schramm. O fato aconteceu em cerimônia de assinatura da ordem de serviço para construção de uma escola no bairro Moisés de Freitas, durante o discurso da mandatária. Rosani se referiu ao casal de advogados como seus algozes e perseguidores, e os desafiou a enfrentar as urnas nas eleições, ao invés de ficar promovendo ações para prejudicar sua administração.

A citação aos dois profissionais do Direito se deve ao fato de Vera ser a representante legal do presidente da Associação de Defesa dos Direitos da Cidadania, Caetano Neto, autor do pedido da abertura da CPI, que acabou rejeitada. Já a referência a Nilton não tem sustentação, posto que ele não está envolvido na questão, e deve ter ocorrido em virtude de ser marido e sócio da advogada. Ironicamente, a prefeita não falou em nenhum momento a respeito de Caetano.

Ao saber do caso, Vera Paixão ficou surpresa. “Não sou a autora do pedido de abertura da CPI, apenas presto serviço de assessoria jurídica ao Caetano. Por isso, acho que a colocação da prefeita foi infeliz”, declarou. Ela também afirmou que não tem nada pessoal contra Rosani Donadon, a quem considera ser “pessoa sensata”, e garante que, “de forma alguma” promove qualquer tipo de perseguição contra a prefeita.
 
“Não faria nenhum sentido agir desta forma exclusivamente para atrapalhar a administração. Moro aqui em Vilhena e quero que a cidade vá bem, e apenas faço o meu trabalho quando contratada por clientes. Tanto críticas quanto comentários sobre a questão não devem ser dirigidos a mim, e muito menos ao meu marido. Quem estiver interessado em falar sobre o assunto deve procurar o autor da iniciativa, Caetano Neto, único que tem autoridade para discorrer sobre a questão”, encerrou Paixão.



Fonte: Folha do Sul
Autor: Mario Quevedo - Free-lance para a FOLHA


teste










Newsletter

Digite seu nome e e-mail para receber muitas novidades.

SMS da Folha

Cadastre seu celular e receba SMS com as principais notícias da folha.






2017. Folha do Sul Online
Todos os diretos reservados - GNT Criativa
Domingo, 22 de Outubro de 2017
Comercial: (69) 3322 3322 - Redação: (69) 3322 4871