Visitas: 54938078 - Online: 250

Domingo, 22 de Outubro de 2017

VALDOMIRO RODEIO
LEO





03/10/2017 10:55:34
      
Adotada para não ser assassinada pelo próprio pai, sitiante tenta encontrar irmãos no Cone Sul

Crime passional aconteceu em 1983, na cidade de Colorado do Oeste

É muito mais dramática do que se pensava a história de vida de sitiante Neuraci Vieira, narrada por ela mesma no Facebook. Na postagem feita esta semana pela mulher de 35 anos, moradora da área rural de Colorado do Oeste, ela pede ajuda para encontrar os irmãos. O FOLHA DO SUL ON LINE ligou para a internauta, no número deixado por ela para contatos, e ouviu um relato trágico.

A agricultora, hoje casada e mãe de dois garotos, com idades de 12 e 16 anos, contou que, por ciúmes, sua mãe foi morta pelo próprio marido, no dia 29 de abril de 1983, em Colorado. De acordo com as informações de Neuraci, o motivo do crime seria a desconfiança do pai de que ela não seria sua verdadeira filha.

Ao saber que o marido estava vindo da fazenda para matá-la e assassinar a própria criança, Iraci, como se chamava a vítima, entregou a filha para um casal de vizinhos. O marido, conforme revelou entrevistada, fugiu após o homicídio. Ela tinha apenas 4 meses de vida quando perdeu a mãe e ganhou um novo lar por força das circunstâncias.

Neuraci não sabe o paradeiro dos irmãos após a tragédia familiar. “Minha mãe adotiva mora em Chupinguaia e a gente mantém contato, mas ela fala muito por cima sobre o caso. Por isso, decidi buscar ajuda para tentar reencontrar meus irmãos, que devem ter sido adotados por parentes”, falou a mulher, em entrevista por telefone ao site.

Veja abaixo, na íntegra, a publicação da órfão na rede social.

Olá boa tarde gente eu venho através do Facebook conta minha historia eu me chamo Neuraci Vieira Nogueira sou filha de Valdomira Vieira Nogueira e de podro nogueira . dia 29/04/1983 eu nasci com quatro messes de idade fui adotada por esse casal Valdomira e Pedro Nogueira.hoje eu tenho 35 anos sou casada tenho 2 filhos e eu gostaria de saber do paradeiro dos meu irmãos que segundo minha mãe. Adotiva eles eram de colorado. O nome da minha mãe era Iraci o sobre nome eu não sei, mas em 1983 ela foi assassinada pelo próprio marido gente eu não sei o nome de nem um dos meus irmãos. Más se alguem souber de uma história parecida me procura eu quero saber a minha descendência a minha origem ok se alguém souber me procura no watts zap-9914-2753



Fonte: Folha do Sul
Autor: Da redação


teste










Newsletter

Digite seu nome e e-mail para receber muitas novidades.

SMS da Folha

Cadastre seu celular e receba SMS com as principais notícias da folha.






2017. Folha do Sul Online
Todos os diretos reservados - GNT Criativa
Domingo, 22 de Outubro de 2017
Comercial: (69) 3322 3322 - Redação: (69) 3322 4871