Visitas: 54938804 - Online: 240

Domingo, 22 de Outubro de 2017

VALDOMIRO RODEIO
LEO





11/10/2017 14:07:42
      
Leitora manda vídeo de idoso ferido; site tenta informações e secretário explica em nota

Semus diz que imagens não autorizadas atentam contra dignidade

Ao se manifestar na seção de comentários do FOLHA DO SUL ON LINE, que tratava de assunto relacionado ao Hospital Regional de Vilhena, uma leitora postou o vídeo de um idoso internado na unidade. O ancião apresentava ferimentos e, conforme a autora do comentário, não estava recebendo visitas.

Na tentativa de tentar ajudar a localizar parentes, que talvez nem mesmo soubessem da situação do homem, o site buscou informação junto à assessoria da Secretaria Municipal de Saúde. Não se tratava de denúncia, uma vez que não havia relatos de mau atendimento ao paciente.

O titular da Pasta enviou a seguinte nota à redação, através de sua assessoria: “A Secretaria Municipal de Saúde vem a público informar que não mais responderá à veiculação de matérias ou postagens em mídias sociais que versem sobre denúncias relacionadas ao Hospital Regional de Vilhena baseadas somente nas alegações de pacientes ou possíveis acompanhantes ou ainda de vídeos divulgados sem a expressa autorização daqueles que têm suas imagens expostas. A divulgação de vídeos sem a autorização expressa do indivíduo representa injúria pela exposição do paciente, configurando claro atentado aos princípios da confidencialidade e privacidade, da bioética, que devem ser respeitados na área da saúde pela exposição de pacientes em um estado em que os mesmos encontram-se sem as perfeitas condições físicas e de saúde emocional. Não há nenhum aprofundamento nessas divulgações acerca de denúncias que mereçam qualquer tipo de apuração, tratam-se apenas de expor o Hospital na tentativa de denegrir a gestão pública do município de Vilhena de forma politizada e vil, vez que não se baseiam em quaisquer elementos apuráveis. Muitas vezes acompanhantes e até servidores públicos valendo-se do anonimato expõem pacientes que estão em condição de serem atendidos em pronto socorro, o que não pode e nem deve prosperar numa sociedade contemporânea e igualitária. A jurisprudência nacional rechaça todo o tipo de apuração sobre denúncias anônimas sem qualquer identificação dos denunciantes. Dessa forma, a SEMUS apenas esclarecerá e responderá às matérias que tenham base em elementos apuráveis, e nesses casos instaurará os devidos procedimentos administrativos para apuração. Vilhena já foi vilipendiada acerca da sua classe política e não merece que assuntos sérios sejam relativizados e tratados superficialmente com aura de grandes questões, assuntos complexos devem ser tratados com complexidade e assuntos que não merecem crédito não devem merecer atenção e energia de uma administração que está transformando a cidade de Vilhena, em respeito aos seus munícipes. 
Marco Aurélio Vasques
Secretário Municipal de Saúde”



Fonte: Folha do Sul
Autor: Da redação


teste










Newsletter

Digite seu nome e e-mail para receber muitas novidades.

SMS da Folha

Cadastre seu celular e receba SMS com as principais notícias da folha.






2017. Folha do Sul Online
Todos os diretos reservados - GNT Criativa
Domingo, 22 de Outubro de 2017
Comercial: (69) 3322 3322 - Redação: (69) 3322 4871