Visitas: 56624676 - Online: 123

Domingo, 19 de Novembro de 2017

CLARETIANO
LEO





20/10/2017 10:56:41
      
Caravana da Transformação deve chegar em Vilhena oferecendo cirurgias gratuitas de catarata

Secretário de Saúde visitou projeto em cidade do Mato Grosso

A Caravana da Transformação já se consolidou como o maior programa de saúde e cidadania de Mato Grosso e a prova disso é que outros Estados já demonstram interesse na implantação de um projeto semelhante. Na quarta-feira, 18, o secretário de Saúde de Vilhena, Marco Aurélio Vasques, foi recebido pela coordenação executiva do evento, realizado em Tangará da Serra (MT).

A visita técnica foi um pedido do secretário de Saúde de Rondônia, Williames Pimentel, que esteve na Caravana da Transformação de Juína (MT), em setembro. O governo rondoniense já começou a planejar um modelo para atendimentos oftalmológicos inspirado na caravana e a primeira cidade a receber a ação será Vilhena. Além de Vilhena, devem ser feitas outras cinco edições.

A fila de espera para cirurgias de catarata,  especificamente em Vilhena é grande, segundo o secretário Vasques. Mensalmente o município oferece 300 consultas oftalmológicas à população, entretanto, aproximadamente 2 mil pessoas aguardam pela cirurgia.

O coordenador-geral da Caravana e secretário de Estado do Gabinete de Governo, José Arlindo de Oliveira, que conduziu a visita, apresentou toda a estrutura de 10 mil metros quadrados, partindo do credenciamento e do modelo adotado para tal, que atualmente é coordenado pela Defesa Civil e o atendimento realizado pelos voluntários, formados por um curso específico.

Também forneceu informações sobre a contratação da estrutura de tendas, gradis, banheiros químicos, contêineres, necessários para a iniciativa. Explicou sobre o chamamento público e credenciamento da empresa responsável pelos atendimentos oftalmológicos.

O secretário vilhenense visitou as carretas onde são realizados os atendimentos e pôde acompanhar como são feitas as cirurgias de catarata na carreta do centro cirúrgico. Toda a estrutura fornecida aos pacientes impressionou o gestor.

“É uma estrutura realmente de transformação, pois transforma a vida das pessoas. Nós pudemos acompanhar pacientes que passaram por cirurgia de catarata, chegam sem enxergar e voltam para casa voltando a enxergar. E eu achei um evento muito bem organizado”, destacou Marco Aurélio.

Para o coordenador José Arlindo, essa já é uma prática da Caravana da Transformação: convidar gestores de outros estados e municípios para conhecerem o evento. Além de Rondônia, os Estados de Tocantins, Goiás e Pará já estiveram na iniciativa e, além disso, todo o município mato-grossense que irá receber o evento é convidado para conhecer a edição anterior.

“Esse interesse demonstra que nós estamos no caminho correto, uma vez que nosso público-alvo está sendo atendido na ponta, o Governo está se fazendo presente e a gente está em busca daquela máxima que já se tornou nossa diretriz que é ‘não deixar nenhum mato-grossense para trás’”, finalizou Arlindo.

VISITA À SES
Importante parceiro da Caravana da Transformação, a Secretaria de Estado de Saúde de Mato Gross também recebeu a comitiva de Vilhena em seu estande. Inclusive, representantes da secretaria já estiveram em Porto Velho, na sede da Secretaria de Estado de Saúde de Rondônia (SESAU-RO), para falar sobre a organização do evento e a experiência da atuação da Secretaria da Saúde para execução dos serviços.

Quem recebeu a comitiva foi a superintendente de Gestão Hospitalar e Ambulatorial, Selma Aparecida Carvalho, a fiscal de contrato e área de controle e avaliação e monitoramento do serviço, Sônia Alves Pio, e a fiscal sanitária Tatiana Belmonte, que explicaram sobre os meandros da saúde e a execução dos serviços oftalmológicos no antes, durante e pós-atendimentos cirúrgicos.

Um dos trabalhos indispensáveis dentro de um evento desse é o da Vigilância em Saúde. “O trabalho da Vigilância em Saúde na Caravana é o monitoramento do evento com fiscalização dos serviços de saúde ofertados no evento, água para consumo humano, sanitários, resíduos, serviços de alimentação dentro e fora da estrutura, além dos alojamentos”, pontuou Tatiana.



Fonte: Reprodução
Autor: Folha Max


teste










Newsletter

Digite seu nome e e-mail para receber muitas novidades.

SMS da Folha

Cadastre seu celular e receba SMS com as principais notícias da folha.






2017. Folha do Sul Online
Todos os diretos reservados - GNT Criativa
Domingo, 19 de Novembro de 2017
Comercial: (69) 3322 3322 - Redação: (69) 3322 4871