Visitas: 56538860 - Online: 177

Sexta-Feira, 17 de Novembro de 2017

CLARETIANO
LEO





07/11/2017 18:53:47
      
Enquanto prefeito de Ariquemes exonera e reduz salários, Rosani pede reajuste de 75% à Câmara

Prefeita quer presidente da FCV ganhando R$ 7.900

Na mesma semana em que o prefeito de Ariquemes, Thiago Flores (PMDB) resolveu enxugar sua equipe, exonerando cinco secretários de uma única vez, e reduzir salários de assessores que ganham acima de R$ 2 mil, a prefeita de Vilhena, Rosani Donadon (PMDB), está fazendo o caminho inverso. 
 
A mandatária peemedebista pediu, e será votado hoje à noite pelos vereadores, um reajuste superior a 75% para o presidente da Fundação Cultural de Vilhena, Djavan Santos. Caso o aumento seja autorizado, o servidor passa dos atuais R$ 4.500 para R$ 7.900.

Em Ariquemes, o prefeito alegou, para adotar as medidas amargas, que “o município passa por uma grave crise financeira” e destacou que esse é o motivo dos atuais cortes, bem como outros com servidores em cargos em comissão. Entre as medidas de austeridade anunciadas por Flores está ainda a redução de seu próprio salário e de seu vice. 

Já a líder vilhenense, que há meses vêm fazendo nomeações, não demonstra enfrentar o mesmo problema de caixa. Além de manter uma grande quantidade de comissionados (muitos deles ocupando Portarias Executivas, com salários de R$ 7.900), ela conserva o valor de seus próprios vencimentos, bem como os do vice, Darci Cerutti (DEM).



Fonte: Folha do Sul
Autor: Da redação


teste










Newsletter

Digite seu nome e e-mail para receber muitas novidades.

SMS da Folha

Cadastre seu celular e receba SMS com as principais notícias da folha.






2017. Folha do Sul Online
Todos os diretos reservados - GNT Criativa
Sexta-Feira, 17 de Novembro de 2017
Comercial: (69) 3322 3322 - Redação: (69) 3322 4871