Visitas: 57914105 - Online: 156

Terça-Feira, 12 de Dezembro de 2017

CLARETIANO
JAURU






06/12/2017 10:41:36
      
Delegado indicia caminhoneiro que atropelou e matou criança em Vilhena; outra menina escapou

Para delegado, motorista não teve o cuidado devido

O delegado Núbio Lopes de Oliveira, que ouviu o depoimento do caminhoneiro Rui Lopes da Costa, 52 anos, preso após atropelar e matar uma menina de 12 anos em Vilhena, o indiciou por dois crimes: homicídio culposo e omissão de socorro. O motorista, que passou a noite na Cadeia Pública após ser preso, participa hoje de uma audiência de custódia, e ainda não foi libertado pela justiça. Relembre o caso clicando aqui.

Segundo o delegado, Rui disse em depoimento que não sabe de onde saiu a menina cuja bicicleta foi parar embaixo da carreta que dirigia. Sobre a tentativa de fuga logo após a tragédia, o caminhoneiro explicou que uma mulher passava numa caminhonete e lhe ofereceu carona, orientando-o a acionar a polícia e o socorro longe da cena do acidente. Um policial, no entanto, o prendeu antes que ele escapasse.

Núbio também revelou que uma outra menina, também de bicicleta, que acompanhava a vítima,  Mirelly Gonçalves Moreira, só não morreu porque conseguiu se desviar do veículo de carga. Ela aparentava ter a mesma idade que a colega e fazia o mesmo percurso, tentando atravessar a avenida Brigadeiro Eduardo Gomes.

O delegado disse que tomou a decisão de autuar o caminhoneiro por entender que ele agiu com falta de cuidado. “Ao fazer aquela conversão, ele deveria ter tomado mais cuidado e verificar se não havia ninguém do lado direito. Se tem ponto-cego no caminhão, que se redobre a atenção”, argumentou a autoridade.



Fonte: Folha do Sul
Autor: Da redação


teste










Newsletter

Digite seu nome e e-mail para receber muitas novidades.

SMS da Folha

Cadastre seu celular e receba SMS com as principais notícias da folha.






2017. Folha do Sul Online
Todos os diretos reservados - GNT Criativa
Terça-Feira, 12 de Dezembro de 2017
Comercial: (69) 3322 3322 - Redação: (69) 3322 4871