Visitas: 60286745 - Online: 155

Terça-Feira, 23 de Janeiro de 2018

CLARETIANO

22/12/2017 08:55:03
      
Advogado acusa prefeitura de Vilhena de direcionar licitação milionária para favorecer “patota de Cacoal”

Caetano diz que serviço que custava R$ 186 mil hoje consome R$ 1 milhão

Numa representação contra a prefeitura de Vilhena no Tribunal de Contas de Rondônia, o advogado Caetano Neto acusa a empresa “Medical Center”, de Cacoal, de ter sido favorecida numa licitação para dar manutenção em equipamentos da rede pública de saúde do município. Detalhe: a denúncia foi apresentada antes da homologação do resultado da concorrência, que acabou se confirmando, já que a firma apontada como suspeita venceu o certame.

Ao FOLHA DO SUL ON LINE, Caetano explicou como teria sido a suposta manobra para favorecer a empresa cacoalense e ainda teceu outras considerações graves. Confira abaixo:

“Caro Editor,

Qual a manobra para aumentar valores na licitação? Aumenta o número de itens na prestação de serviços.

Itens que não figuram na identificação de material na ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas), contudo aparecem como instrumentos a receberem manutenção e prevenção de aferição e reparos.

Existe no edital/anexo equipamentos adquiridos recentemente, que possuem garantia do fabricante por 3 anos.

Apresentam projeto básico de custo de manutenção e prevenção com sobrepreço (acima de mercado) para fins de fixar preço máximo.
E, ao final, impõe obrigação ao participante que, certo, somente MEDICAL CENTER consegue atender.

Essa empresa atende o Hospital Regional de Cacoal, administrado pelo Governo do Estado, do qual que recentemente o secretário de  Saúde de Vilhena foi diretor.

Essa empresa vem cumprindo "GENTILEZAS" ao senhor secretário de  Saúde de Vilhena, desde a sua candidatura a prefeito em Cacoal.

Agora aporta em Vilhena. A Saúde de Vilhena vem se tornando um "reduto Vasques".  É administração da "patota  de Cacoal".

Perceba, editor, que a página 4 mostra que pelo mesmo serviço e itens era praticado na gestão anterior o valor de R$ 186.000,00/ano. Agora foi licitado um milhão/ano, quase dez mais que no passado.

A denúncia de que a concorrência estaria direcionada para a MEDICAL CENTER ocorreu junto ao TCE antes da deflagração da licitação. 

Att.
Caetano Neto”

O OUTRO LADO 
O site avisou à assessoria da prefeita Rosani Donadon (PMDB) sobre o conteúdo da denúncia apresentada por Caetano. E, por três dias, aguardou a manifestação que, segundo a equipe da peemedebista, seria enviada à redação.

Ainda assim, a FOLHA reserva o espaço para publicação de eventual resposta.


 Clique aqui e veja denúncia na íntegra.



Fonte: Folha do Sul
Autor: Da redação


teste










Newsletter

Digite seu nome e e-mail para receber muitas novidades.

SMS da Folha

Cadastre seu celular e receba SMS com as principais notícias da folha.






2018. Folha do Sul Online
Todos os diretos reservados - GNT Criativa
Terça-Feira, 23 de Janeiro de 2018
Comercial: (69) 3322 3322 - Redação: (69) 3322 4871