Visitas: 61469688 - Online: 149

Segunda-Feira, 19 de Fevereiro de 2018

CLARETIANO
Rondocap

17/01/2018 15:42:55
      
Escola Marechal Rondon oferecerá apenas Ensino Médio em tempo integral a partir de 2018

Projeto faz parte da Escola do Novo Tempo, em consonância com o Programa de Fomento à Implementação da Escola em Tempo Integral do MEC

 

A partir deste ano a escola estadual Marechal Rondon se tornará exclusiva para o Ensino Médio e funcionará em tempo integral, ou seja, nos períodos matutino e vespertino. O projeto faz parte da Escola do Novo Tempo, em consonância com o Programa de Fomento à Implementação da Escola em Tempo Integral do Ministério da Educação (MEC). Assim, 560 alunos serão destinados para outras escolas e apenas 10 turmas de 1° a 3° ano funcionarão na escola. A FOLHA DO SUL ONLINE conversou com a representação da Seduc (Secretaria de Estado de Educação) para entender as mudanças em detalhes.

 

A principal mudança para os estudantes que permanecerem na instituição envolve o tempo de permanência dos alunos na escola: das 7h30 às 17h. “Haverá dois intervalos de 20 minutos para lanche, um de manhã e outro à tarde, além de 1h20 de almoço, que será servido no refeitório da própria escola”, explica Oracira Godinho Augusto, Coordenadora Regional de Educação pela Seduc.

 

ESTRUTURA – Para que as mudanças aconteçam, serão necessários três anos de adaptação da escola, ainda que o sistema de ensino comece a funcionar já em fevereiro. Serão reformados os banheiros, o laboratório, a quadra esportiva, além de estar prevista a construção de um vestiário e outras ampliações ou consertos. Os gastos do governo com cada aluno serão maiores também, tanto na alimentação quanto no investimento na educação em geral.

 

PROBLEMAS ATUAIS – Todas as transformações que acontecerão na escola são, segundo a Seduc, uma resposta do Governo ao grande número de desistentes do ensino médio e de repetentes. “A Escola do Novo Tempo surgiu para fortalecer o ensino médio, suprir as deficiências dos estudantes do sistema público e aumentar suas chances de admissão nas faculdades”, explica Oracira.

 

O ALUNO ESCOLHE – Além de estudarem por mais tempo, os alunos terão a oportunidade de focar seu aprendizado nas áreas de conhecimento que têm mais afinidade, já tendo como objetivo maior preparo quando escolherem a profissão. Durante os seis primeiros meses do 1° ano todos os alunos planejarão seu “Projeto de Vida”, para que depois possam então escolher até cinco disciplinas para cursar dentro de sua área de preferência.

 

Além de escolher o que estudar, o aluno poderá participar de decisões importantes da escola através do Conselho Estudantil, que ganhará mais força e relevância neste modelo. Com esta ferramenta de protagonismo jovem, os estudantes poderão aprovar ou não mudanças na escola.

 

PROFESSORES SELECIONADOS – Tanto o diretor como o corpo docente da escola foram selecionados através de processos seletivos. Para a escolha do diretor foi realizada uma prova escrita, uma prova de títulos além de uma avaliação da equipe do projeto. Os professores também passaram por análise do currículo e entrevistas para analisar a capacidade destes em lidar com o novo modelo de ensino.

 

O preparo dos professores será um dos pontos fortes da Escola do Novo Tempo, segundo a Seduc. “Os professores passarão por até 15 formações por ano, além de receberem alunos de outras regiões que já estudam em escolas de tempo integral para entenderem melhor o funcionamento do método”, revela Oracira.

 

MATRÍCULAS – Até o momento não houve resistência por parte dos pais, como aconteceu no Álvares de Azevedo, em 2017. As matrículas estão abertas até o dia das aulas, e podem ser feitas na própria escola das 7h às 17h.

 

 



Fonte: Folha do Sul
Autor: Herbert Weill


teste










Newsletter

Digite seu nome e e-mail para receber muitas novidades.

SMS da Folha

Cadastre seu celular e receba SMS com as principais notícias da folha.






2018. Folha do Sul Online
Todos os diretos reservados - GNT Criativa
Segunda-Feira, 19 de Fevereiro de 2018
Comercial: (69) 3322 3322 - Redação: (69) 3322 4871