Visitas: 61459171 - Online: 120

Segunda-Feira, 19 de Fevereiro de 2018

CLARETIANO
Rondocap

19/01/2018 18:36:22
      
Alegando “foro íntimo”, juiz se declara suspeito para julgar acusados de assassinar prefeito em cidade da região

Empresário contratou pistoleiros e participou da execução motivada por dívida

O juiz Ricardo Frazon Menegucci, da Vara Única de Colniza, cidade do Mato Grosso a 240 km de Vilhena, se declarou suspeito para julgar o processo contra quatro acusados pela morte do prefeito daquele município, Esvandir Antonio Mendes, 61 anos, e pela tentativa de homicídio contra o secretário de Finanças, Admilson Ferreira dos Santos, 41 anos. A decisão foi estabelecida no dia 17 de janeiro.

Conforme decisão, o juiz declarou-se suspeito por motivo de foro íntimo, sem declarar suas razões.
 
O Ministério Público busca responsabilizar os envolvidos por crimes de homicídio qualificado, tentativa de homicídio e associação criminosa.

Foram denunciados os suspeitos Antônio Pereira Rodrigues Neto, Zenilton Xavier de Almeida e Welisson Brito Silva, presos em flagrante, no dia 17 de dezembro, em uma estrada entre os municípios de Juruena e Castanheira, ambos no Mato Grosso.  

Esposa de Antônio Rodrigues, a médica Yana Fois Coelho Alvarenga, também foi denunciada por suposta participação na ação criminosa.
 
Antônio Pereira Rodrigues Neto é empresário em Colniza do ramo de rede de combustível e táxi aéreo.
 
Segundo as investigações, ele arregimentou dois comparsas oriundos do Pará para o crime, motivado por cobrança de dívida. Apontado como o mandante, o suspeito também participou da execução do prefeito.
 
Segundo a investigação, Yana tinha conhecimento do crime e acobertou a ação do marido.



Fonte: Olhar Direto
Autor: Arthur Santos da Silva


teste










Newsletter

Digite seu nome e e-mail para receber muitas novidades.

SMS da Folha

Cadastre seu celular e receba SMS com as principais notícias da folha.






2018. Folha do Sul Online
Todos os diretos reservados - GNT Criativa
Segunda-Feira, 19 de Fevereiro de 2018
Comercial: (69) 3322 3322 - Redação: (69) 3322 4871