Visitas: 61585975 - Online: 145

Quarta-Feira, 21 de Fevereiro de 2018

CLARETIANO
Rondocap

02/02/2018 11:32:05
      
Em Vilhena, motéis e bordéis são suspeitos de vender preservativos recebidos gratuitamente

Caso pode ser investigado pela PF, por envolver verba federal

O FOLHA DO SUL ON LINE confirmou, junto ao Serviço de Atendimento Especializado (SAE) de Vilhena, a suspeita de que motéis e bordéis da cidade estariam cometendo um crime federal. A denúncia que levou a entidade a abrir investigação sobre o caso partiu de um paciente atendido pela unidade.

De acordo com a psicóloga Zilda Golin, responsável pelo SAE, dias atrás um paciente a procurou para dizer que, ao ir com o parceiro a um motel da cidade, os dois foram cobrados pelos preservativos usados: 2 reais por unidade. Acontece que na própria embalagem da camisinha está escrito que o material não pode ser vendido.

Zilda disse que, tanto no CAPS quanto nas unidades de saúde, os preservativos são oferecidos gratuitamente a toda a população, e não apenas aos portadores do vírus HIV. Ela revelou, ainda, que vários bordéis de Vilhena cidade solicitam o produto para proteger seus profissionais do sexo, mas existe a suspeita de cobrança também nestes locais.

Diante da denúncia, a psicóloga procurou o Procon, que a orientou a acionar o Ministério Público. O caso pode desaguar no MPF e na PF, já que as camisinhas compradas com verbas federais são distribuídas gratuitamente pelo Ministério da Saúde.



Fonte: Folha do Sul
Autor: Da redação


teste










Newsletter

Digite seu nome e e-mail para receber muitas novidades.

SMS da Folha

Cadastre seu celular e receba SMS com as principais notícias da folha.






2018. Folha do Sul Online
Todos os diretos reservados - GNT Criativa
Quarta-Feira, 21 de Fevereiro de 2018
Comercial: (69) 3322 3322 - Redação: (69) 3322 4871