Visitas: 56624578 - Online: 113

Domingo, 19 de Novembro de 2017

CLARETIANO
LEO





07/04/2011 10:28:38
      
Policia é obrigada a sacrificar Pit Bull que ameaçava família em Vilhena

Na tarde de ontem (quarta-feira, 4) uma viatura da Polícia Militar se deslocou até a rua Flórida, no Setor 8 de Vilhena, atendendo solicitação de Magdjane Franco, de 26 anos. O motivo da solicitação seria porque o cachorro da raça Pit Bull de propriedade de seu vizinho, Valdeir Ferreira da Silva, 27, teria pulado a cerca e entrado para o quintal de Magdjane.

 

Quando chegaram ao local, os policiais se depararam com todos trancados dentro da casa e o Pit Bull atacando o cachorro da família.

 

Informados de que o pai do dono do Pit Bull, Alcebíades Ferreira da Silva, moraria próximo ao local, os policiais conversaram com o homem, que disse não poder fazer nada, tendo em vista o cachorro ser muito agressivo, e informou que seu filho chegaria somente as 18h.

 

Diante dos fatos, o Comandante da guarnição tomou a decisão de abater o animal levando em consideração o risco que o Pit Bull oferecia as pessoas que estavam na casa, entre elas três crianças. 

 

O abate do animal foi feito com um único tiro de pistola calibre “ponto 40” e o processo foi acompanhado por um perito da Polícia Civil.

 

Além de atacar o cachorro, o Pit Bull danificou canos de água, cadeiras e vários objetos que estavam na área da casa de Magdjane.   

 

Somente depois do animal abatido é que as pessoas que estavam trancadas dentro de casa poderam sair. Magdjane informou aos policiais que já era a quarta vez que o animal invadiu seu quintal.

 

Todo o procedimento foi registrado num Boletim de Ocorrência na Delegacia de Polícia Civil de Vilhena.   



Fonte: Policia Civil
Autor: Rogério Perucci


teste










Newsletter

Digite seu nome e e-mail para receber muitas novidades.

SMS da Folha

Cadastre seu celular e receba SMS com as principais notícias da folha.






2017. Folha do Sul Online
Todos os diretos reservados - GNT Criativa
Domingo, 19 de Novembro de 2017
Comercial: (69) 3322 3322 - Redação: (69) 3322 4871