Visitas 13698048 - Online 216

Sexta-feira, 19 de Abril de 2019

Política

22/12/2014 12:56:03

Pesquisador dá dica para “terceira via” quebrar polarização Rover-Donadon

O jornalista Dejanir Haverroth, que há anos realiza pesquisa de intenção de voto durante as eleições em Vilhena, acredita que mais uma vez a cidade passará por uma disputa polarizada  em 2016. Na avaliação do comunicador, a tendência de se manter o status quo que impera há várias pleitos se deve ao “amadorismo” e desorganização de grupos políticos locais que orbitam em torno dos polos liderados por Melki Donadon (PTB) e Zé Rover (PP). No entanto, ele destaca que a próxima disputa oferece a melhor oportunidade dos últimos tempos para se quebrar tal hegemonia.

Segundo ele, os que divergem dos grupos principais pecam por não adotarem profissionalismo no enfrentamento da situação. “Não se trabalha com projetos, pesquisas e organização, e em cima da hora lançam um ‘salvador da pátria’ que acaba passando vexame”, raciocina. Em sua análise, são necessários pelo menos dois anos de trabalho para viabilizar uma candidatura eleitoralmente competitiva. “É preciso estudo do eleitorado, do perfil político dos opositores e do próprio nome a ser lançado, além da adoção de estratégias de marketing a fim de projetá-lo. Sem isso é impossível enfrentar os grupos já consolidados”, explica.

Dejanir acredita que a tendência é de manutenção de tal estado. Porém, 2016 oferece oportunidade rara à chamada “terceira via”. Isso porque os principais “cabeças” das composições que polarizam as campanhas estarão fora da arena. “Sem Rover e Melki no páreo, pelo menos de forma direta, abre-se uma janela importante para outra alternativa. No entanto, isto deve ser começado a trabalhar agora, senão mais uma vez um dos dois grupos ‘fica com a paca’”, finaliza.






Fonte: FS
Autor: Da redação

Newsletter

Digite seu nome e e-mail para receber muitas novidades.

SMS da Folha

Cadastre seu celular e receba SMS com as principais notícias da folha.